Arquivos
 04/06/2017 a 10/06/2017
 14/05/2017 a 20/05/2017
 01/01/2017 a 07/01/2017
 09/10/2016 a 15/10/2016
 07/08/2016 a 13/08/2016
 29/05/2016 a 04/06/2016
 23/08/2015 a 29/08/2015
 14/06/2015 a 20/06/2015
 10/05/2015 a 16/05/2015
 05/04/2015 a 11/04/2015
 08/03/2015 a 14/03/2015
 01/02/2015 a 07/02/2015
 14/12/2014 a 20/12/2014
 21/09/2014 a 27/09/2014
 14/09/2014 a 20/09/2014
 07/09/2014 a 13/09/2014
 17/08/2014 a 23/08/2014
 10/08/2014 a 16/08/2014
 13/07/2014 a 19/07/2014
 27/04/2014 a 03/05/2014
 16/02/2014 a 22/02/2014
 09/02/2014 a 15/02/2014
 05/01/2014 a 11/01/2014
 29/12/2013 a 04/01/2014
 15/12/2013 a 21/12/2013
 08/12/2013 a 14/12/2013
 18/08/2013 a 24/08/2013
 11/08/2013 a 17/08/2013
 04/08/2013 a 10/08/2013
 28/07/2013 a 03/08/2013
 21/07/2013 a 27/07/2013
 14/07/2013 a 20/07/2013
 30/06/2013 a 06/07/2013
 23/06/2013 a 29/06/2013
 16/06/2013 a 22/06/2013
 09/06/2013 a 15/06/2013
 26/05/2013 a 01/06/2013
 19/05/2013 a 25/05/2013
 07/04/2013 a 13/04/2013
 24/03/2013 a 30/03/2013
 17/03/2013 a 23/03/2013
 10/03/2013 a 16/03/2013
 03/03/2013 a 09/03/2013
 17/02/2013 a 23/02/2013
 03/02/2013 a 09/02/2013
 13/01/2013 a 19/01/2013
 06/01/2013 a 12/01/2013
 30/12/2012 a 05/01/2013
 16/12/2012 a 22/12/2012
 09/12/2012 a 15/12/2012
 02/12/2012 a 08/12/2012
 25/11/2012 a 01/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 11/11/2012 a 17/11/2012
 04/11/2012 a 10/11/2012
 28/10/2012 a 03/11/2012
 14/10/2012 a 20/10/2012
 30/09/2012 a 06/10/2012
 16/09/2012 a 22/09/2012
 26/08/2012 a 01/09/2012
 12/08/2012 a 18/08/2012
 05/08/2012 a 11/08/2012
 22/07/2012 a 28/07/2012
 15/07/2012 a 21/07/2012
 08/07/2012 a 14/07/2012
 01/07/2012 a 07/07/2012
 24/06/2012 a 30/06/2012
 10/06/2012 a 16/06/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 27/05/2012 a 02/06/2012
 20/05/2012 a 26/05/2012
 06/05/2012 a 12/05/2012
 15/04/2012 a 21/04/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 01/04/2012 a 07/04/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 18/03/2012 a 24/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 19/02/2012 a 25/02/2012
 12/02/2012 a 18/02/2012
 05/02/2012 a 11/02/2012
 15/01/2012 a 21/01/2012
 08/01/2012 a 14/01/2012
 01/01/2012 a 07/01/2012
 18/12/2011 a 24/12/2011
 27/11/2011 a 03/12/2011
 13/11/2011 a 19/11/2011
 30/10/2011 a 05/11/2011
 23/10/2011 a 29/10/2011
 16/10/2011 a 22/10/2011
 18/09/2011 a 24/09/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 26/06/2011 a 02/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011
 22/05/2011 a 28/05/2011
 15/05/2011 a 21/05/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 24/04/2011 a 30/04/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 09/01/2011 a 15/01/2011
 02/01/2011 a 08/01/2011
 26/12/2010 a 01/01/2011
 12/12/2010 a 18/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 28/11/2010 a 04/12/2010
 21/11/2010 a 27/11/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 07/11/2010 a 13/11/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 24/10/2010 a 30/10/2010
 17/10/2010 a 23/10/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 03/10/2010 a 09/10/2010
 26/09/2010 a 02/10/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 15/08/2010 a 21/08/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 25/07/2010 a 31/07/2010
 18/07/2010 a 24/07/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 13/06/2010 a 19/06/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 07/03/2010 a 13/03/2010
 28/02/2010 a 06/03/2010
 21/02/2010 a 27/02/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 20/12/2009 a 26/12/2009
 13/12/2009 a 19/12/2009
 06/12/2009 a 12/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 18/10/2009 a 24/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 05/07/2009 a 11/07/2009
 14/06/2009 a 20/06/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 17/05/2009 a 23/05/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 26/04/2009 a 02/05/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 12/04/2009 a 18/04/2009
 05/04/2009 a 11/04/2009
 29/03/2009 a 04/04/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 08/02/2009 a 14/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 25/01/2009 a 31/01/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 04/01/2009 a 10/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 23/11/2008 a 29/11/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 10/08/2008 a 16/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 27/07/2008 a 02/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 29/06/2008 a 05/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de nicomedesoliveira
 


http://blogs.estadao.com.br/jt-cidades/moradores-de-rua-retratam-a-cidade/

Ex-moradores de rua retratam a cidade

Categoria: Comportamento

Ex-morador de rua Sebastião Nicomedes com foto 'Vira-Lata': cotidiano e temas abstratos são retratados (Foto: José Patricio/AE)

Mônica Pestana

“Fotografar é a possibilidade que eu vejo hoje de eternizar um momento e isso me traz emoção”, define a ex-moradora de rua Carolina Garcia, de 26 anos. Com ela, outros nove participantes formam o primeiro grupo do projeto Trecho 2.8, do Instituto Brasis em parceira com o Instituto Gens de Educação e Cultura, que convidou moradores de rua da capital para aprender fotografia.

Elaborado por pessoas de diferentes idades, trajetórias e tipos de vida, o produto final de cinco meses de trabalho poderá ser observado em uma exposição prévia a partir de segunda-feira na Rua Oscar Freire, zona oeste da capital, na loja de óculos Op Art.

A exposição dará visibilidade para o trabalho dos novos fotógrafos e as imagens irão a leilão na Villa Daslu, na zona oeste, no dia 25. “Metade do valor arrecadado será revertido para o autor e a outra metade vai para o projeto”, explica o psicólogo Edson Fragoaz, de 46 anos, que coordena o projeto ao lado de Grácia Lopes Lima, doutora em comunicação. O valor do lance inicial de cada fotografia é de R$ 600.

O nome do projeto Trecho 2.8 esclarece a que ele veio. Os coordenadores explicam que “trecheiro” seria aquele que não tem uma parada e está em busca de uma oportunidade. “Interpretamos como um trecho de vida e juntamos com a metáfora de uma lente 2.8, que tem uma qualidade que permite passagem de luz de modo semelhante ao melhor desempenho da pupila do olho humano”, conta Grácia.

Fotógrafa iniciante, Marli Dia segura 'Luz de Velas': velas em Igreja serviram de inspiração (Foto:José Patrício/AE)

“Nós trabalhamos com um modelo de gestão. A ideia é garantir que essas pessoas se desloquem e sejam reconhecidas pelo potencial de criação”, explica Grácia. O projeto começou em março. Com uma bolsa mensal de meio salário mínimo, alguns já conseguiram melhorar as condições de vida. “Me sinto capacitado. Antes, me sentia ignorado, e hoje quero a fotografia como profissão, quero mostrar coisas bonitas através da foto”, conta Marcio Passos, de 37 anos, que já consegue pagar uma pensão para viver com a mulher, Diana.

Quando estão reunidos, os participantes não largam a máquina digital que o instituto fornece para a realização dos trabalhos. O interesse por fotografar parece ser capaz de fazer que eles esqueçam as dificuldades que passaram na cidade. “Eu vejo as coisas de uma maneira diferente e me sinto dentro da sociedade novo”, conta Sebastião Nicomedes, de 42 anos.

Exposição
De 18 a 23 de outubro, de segunda a sábado, das 10h às 20h
Local: Loja Op Art, Rua Oscar Freire, 791, Jardim Paulista
Telefone: (11) 3062-4404

Leilão
O leilão reunirá um acervo de 50 fotos selecionadas como resultado de cinco meses do projeto Trecho 2.8 e tem entrada gratuita, além de segurança e manobrista no próprio local. Os lances prévios podem ser feitos pelo telefone: 3849-3696
Data: 25 de outubro, às 20h 30
Local: Villa Daslu. Avenida Juscelino Kubitschek, 2.041, Itaim-Bibi. Telefone: 3849-3696



Escrito por nicomedesoliveira às 15h24
[] [envie esta mensagem
]






         DEUS NO SEGUNDO TURNO!


  CREDO EM CRUZ AVE MARIA. 

 JESUS EM OUTRA EPOCA ,PELO ZELO DA CASA DO PAI

 TOMOU DE UM CHICOTE E EXPULSOU OS VENDEDORES DO TEMPLO.
ANTES DE PERECER NA CRUZ, TEVE DE DECIDIR ENTRE DOIS LADRÕES
QUAL ERA O BOM,QUAL ERA O MAU,PARA O ENCONTRAR NO PARAISO
 
HOJE . 2010 ANOS DEPOIS ,JESUS REAPARECE NA CRUZ
NUMA TREMENDA SINUCA DE BICO ENTRE  FICHAS LIMPAS
QUEM ELE ENCONTRARÁ NO PALACIO DO PLANALTO ?
 
LEVANDO EM CONTA QUE LÁ NÃO É O PARAISO
ENVEM AÍ  4 ANOS DE FARDO PESADO
SABENDO POIS  QUE O CONGRESO,O SENADO,O STF
BRASILIA QUE DE CEU NÃO TEM NADA
PADECEREMOS NUM   PURGATÓRIO OU INFERNO ?
 
NO SEGUNDO TURNO . JESUS!!!
DIA 31,,ECUMENISMO NELES
 PELAMOR DE DEUS,  ELEITOR
 VOTANDO OU JUSTIFICANDO,ESTEJA EM JEJUM
REZA O TERÇO OU JOELHA NO CAROÇO DE MILHO




Escrito por nicomedesoliveira às 14h40
[] [envie esta mensagem
]





CONTATOS  : WWW.INSTITUTOBRASIS.ORG.BR
 
 
http://www.flickr.com/photos/igens/page17/




Edson via como eles conseguiam trabalhar a autoestima. "Eles adoram tirar as próprias fotos. Nenhum deles já teve um álbum." Isso serviu para gerar um sentido de pertencimento, produzindo um resultado não esperado.
Como eles ganharam uma bolsa e já tinham algum dinheiro de bicos, preferiram deixar a rua e alugar um quarto numa pensão barata.
Mas a ideia está indo muito além dos planos. Até chegar na Oscar Freire, com uma parada na Daslu.


A idealização do "Trecho 2.8" foi do Instituto Brasis, criado pelo empresário Marcos Amaro com um grupo de amigos.
Com seus contatos, eles convenceram a Daslu a promover um leilão com o trabalho dos ex-moradores de rua e arrecadar recursos para o projeto. A ambição o grupo é ampliar o atendimento.
Na semana passada, pensaram em algo ainda mais ousado: criar um espaço na Oscar Freire, projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake e batizado de Galeria da Rua, para expor permanentemente o olhar dos alunos. Para combinar com o cosmopolitismo do local, a ideia é fazer exposições periódicas, com nomes da fotografia mundial, sempre com registros de rua.
Assim se mostrariam encantos e mistérios das ruas de cidades como Paris, Nova York, Roma, Tóquio, Mumbai ou Cairo.


A imagem, até aqui, mais inusual não está em nenhuma foto. São os moradores de rua que, dificilmente, entrariam nas refinadas lojas, dando um toque mais original, sofisticado e cosmopolita à Oscar Freire.



PS- Coloquei uma seleção das fotos no www.catracalivre.com.br.
gdimen@uol.com.br


Escrito por nicomedesoliveira às 08h51
[] [envie esta mensagem
]





Quarta, 13/10/2010

Projeto pioneiro transforma moradores de rua em fotógrafos



Escrito por nicomedesoliveira às 18h04
[] [envie esta mensagem
]





http://www.dgabc.com.br/News/5834421/escritor-tem-historia-de-superacao.aspx

Escritor tem história de superação

Willian Novaes
Do Diário do Grande ABC

0 comentário(s)

 

 

A vida do dramaturgo, escritor e ator Sebastião Nicomedes lembra muito uma montanha russa. A cada momento está em uma posição, às vezes tranqüila, outras não, mas na maioria do tempo causa espanto. Ele foi dono de empresa, viveu quatro anos nas ruas de São Paulo, teve peça em cartaz no circuito comercial. Agora, está desempregado e prestes a entregar o segundo livro para uma editora.

Em entrevista ao Diário, o local não poderia ser mais apropriado: os bancos da Praça da Sé, no centro da Capital. Tião, como é conhecido, anda cabisbaixo e triste pela demissão repentina e estava sem ânimo para comemorar os 42 anos de idade e os quatro anos que a sua peça Diário dum carroceiro entrou em cartaz.

"Aniversário é para quem tem dinheiro, infelizmente não é o meu caso", diz, secamente. Apenas horas mais tarde, ele ri ao olhar a mensagem que chegou em seu celular. "É de parabéns, na verdade quem não gosta de comemorar?", comenta.

Longe de dormir nas ruas desde 2007, o escritor concentra-se para concluir o primeiro romance, com o título provisório de O homem sem país, no qual pretende retratar a vida das pessoas que vivem nas mesmas condições que ele já sentiu na pele, com ligações com os governos, desde a ditadura até o governo Lula.

"Será uma releitura do Brasil, pela ótica de quem perdeu tudo. Viajei para Brasília, Pará, Rio Grande do Sul e outros Estados para contar com mais detalhes o universo das pessoas que vivem nas ruas e as abordagens que sofrem", revela Tião.

Para quem começou a escrever a primeira peça no verso de um talão de recibo debaixo de marquises no Vale de Anhangabaú, atualmente a história está melhor. Ele usa computador com acesso à internet, mas tem parte da obra em cadernos. "Tenho promessas de quatro editoras, mas no próximo ano o livro vai estar publicado", garante.

PROFESSOR DAS RUAS
Tião é reconhecido no meio cultural pela linguagem ácida e realista. Nas ruas é lembrado como professor por muitos moradores de rua. Em apenas meia hora de conversa na Praça da Sé, o escritor é parado por alguns antigos companheiros e saudado com gratidão. "Como é que tá professor, tudo bem?", pergunta. "Tá mais ou menos, fui demitido", diz.

Do outro lado, assustado, o rapaz pergunta se ele voltou para ruas. "Não, estou seguindo a minha vida", completa Tião.

A preocupação é realista, o escritor não consegue viver da sua arte para completar a renda mensal e ainda tentar tirar das ruas outras pessoas. Ele atuava como professor de artesanato em uma entidade não-governamental no Brás, na região central de São Paulo. "O contrato encerrou e não renovaram, mas minha vida é sempre assim".

Agora, ele sobrevive com o bolsa-aluguel que recebe da Prefeitura de São Paulo e com o sonho de levar a sua arte ao alcance das pessoas, inclusive os mais necessitados, como ele já foi um dia.


Trabalhos fotógraficos vão parar na Daslu

Para levantar o astral, Tião acredita que a volta por cima está perto de acontecer. E vem de um lugar que, se não fosse pela sua arte, dificilmente o deixariam entrar. No dia 25 será realizado na Villa Daslu o 1º Leilão Beneficente do Projeto Trecho 2.8, Criação e Pesquisa em Fotografia, mantido pelo Instituto Brasis Estudos e Ações.

"Essa pode ser a salvação do ano, por causa da grana. Também é uma forma de valorizar o nosso conhecimento e mostrar que somos capazes de trabalhar, basta ter uma oportunidade", fala Sebastião Nicomedes.

O projeto conta com a participação de dez moradores de ruas e cada um terá cinco fotos que poderão ser leiloadas. Todas com o lance mínimo de R$ 600. Haverá também imagens de 12 fotógrafos reconhecidos, em que o valor pode alcançar até R$ 6.000.

Segundo a entidade, metade do valor vai para os alunos e a outra para a construção de um estúdio fotográfico em que os participantes serão capacitados para criar uma empresa, nos moldes da economia solidária.

As fotos feitas pelo escritor, que está sendo capacitado para se tornar fotógrafo, tem sempre um olhar de quem está do lado de fora.

A sua experiência de viver na rua também foi levada para essa arte. São imagens da Capital em que os próprios nomes são autoexplicativos: Janelas do tempo, República, Reflexões, Quebra galho e Vira Lata.

Antes do leilão, os trabalhos de Sebastião farão parte de uma exposição em outro endereço badalado da Capital: Rua Oscar Freire, 791, Jardim Paulista, entre os dias 18 e 23, das 10h às 20h.


"Na rua você tem até o seu sonho roubado"

A trajetória do escritor não foi nada fácil. Ao cair de uma laje e quebrar o braço direito, Sebastião Nicomedes viu sua vida mudar drasticamente em 2004. Sem condições de trabalhar como cartazeiro na pequena empresa que mantinha de colocar faixas e cartazes em pequenos comércios na Capital, foi parar em uma pensão. Porém, quando o dinheiro acabou, veio a dura realidade: teve de mudar-se para as ruas, na região do Mercado Municipal, em São Paulo. "Foi um pesadelo, tinha hora que não acreditava no que estava acontecendo comigo. Não bebia, mas vivia grogue devido à quantidade de antibióticos que precisava tomar todos os dias para amenizar a dor do braço", lembra o escritor.

Com o tempo foi se adaptando à nova condição: a de morador de rua. "Sempre ajudava os funcionários da Mercadão a carregarem as caixas e ganhava um qualquer", comenta.

Essa foi a sua inspiração para escrever Diário dum carroceiro. "Não tinha a carroça, mas via muitas pessoas assim. Decidi escrever. Na verdade sempre gostei, mas parei com uns 15 anos e voltei depois de velho para contar à sociedade", relata Sebastião Nicomedes.

Das ruas Tião carrega amizades e repertórios para os seus textos tanto para o teatro quanto para a literatura. "Na rua você tem até o seu sonho roubado. É muito difícil largar essa vida. Quando a pessoa se entrega, não há o que fazer." Mas para ele isso está longe de acontecer. "Tenho muito o que produzir, agora vou fazer artesanato e vender por aí, parado não posso ficar."

 



Escrito por nicomedesoliveira às 13h08
[] [envie esta mensagem
]





fonte FCV- Forum Centro vivo

 

http://www.youtube.com/watch?v=gVcN4NRF8b0&feature=player_embedded



Escrito por nicomedesoliveira às 12h45
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]