Arquivos
 04/06/2017 a 10/06/2017
 14/05/2017 a 20/05/2017
 01/01/2017 a 07/01/2017
 09/10/2016 a 15/10/2016
 07/08/2016 a 13/08/2016
 29/05/2016 a 04/06/2016
 23/08/2015 a 29/08/2015
 14/06/2015 a 20/06/2015
 10/05/2015 a 16/05/2015
 05/04/2015 a 11/04/2015
 08/03/2015 a 14/03/2015
 01/02/2015 a 07/02/2015
 14/12/2014 a 20/12/2014
 21/09/2014 a 27/09/2014
 14/09/2014 a 20/09/2014
 07/09/2014 a 13/09/2014
 17/08/2014 a 23/08/2014
 10/08/2014 a 16/08/2014
 13/07/2014 a 19/07/2014
 27/04/2014 a 03/05/2014
 16/02/2014 a 22/02/2014
 09/02/2014 a 15/02/2014
 05/01/2014 a 11/01/2014
 29/12/2013 a 04/01/2014
 15/12/2013 a 21/12/2013
 08/12/2013 a 14/12/2013
 18/08/2013 a 24/08/2013
 11/08/2013 a 17/08/2013
 04/08/2013 a 10/08/2013
 28/07/2013 a 03/08/2013
 21/07/2013 a 27/07/2013
 14/07/2013 a 20/07/2013
 30/06/2013 a 06/07/2013
 23/06/2013 a 29/06/2013
 16/06/2013 a 22/06/2013
 09/06/2013 a 15/06/2013
 26/05/2013 a 01/06/2013
 19/05/2013 a 25/05/2013
 07/04/2013 a 13/04/2013
 24/03/2013 a 30/03/2013
 17/03/2013 a 23/03/2013
 10/03/2013 a 16/03/2013
 03/03/2013 a 09/03/2013
 17/02/2013 a 23/02/2013
 03/02/2013 a 09/02/2013
 13/01/2013 a 19/01/2013
 06/01/2013 a 12/01/2013
 30/12/2012 a 05/01/2013
 16/12/2012 a 22/12/2012
 09/12/2012 a 15/12/2012
 02/12/2012 a 08/12/2012
 25/11/2012 a 01/12/2012
 18/11/2012 a 24/11/2012
 11/11/2012 a 17/11/2012
 04/11/2012 a 10/11/2012
 28/10/2012 a 03/11/2012
 14/10/2012 a 20/10/2012
 30/09/2012 a 06/10/2012
 16/09/2012 a 22/09/2012
 26/08/2012 a 01/09/2012
 12/08/2012 a 18/08/2012
 05/08/2012 a 11/08/2012
 22/07/2012 a 28/07/2012
 15/07/2012 a 21/07/2012
 08/07/2012 a 14/07/2012
 01/07/2012 a 07/07/2012
 24/06/2012 a 30/06/2012
 10/06/2012 a 16/06/2012
 03/06/2012 a 09/06/2012
 27/05/2012 a 02/06/2012
 20/05/2012 a 26/05/2012
 06/05/2012 a 12/05/2012
 15/04/2012 a 21/04/2012
 08/04/2012 a 14/04/2012
 01/04/2012 a 07/04/2012
 25/03/2012 a 31/03/2012
 18/03/2012 a 24/03/2012
 04/03/2012 a 10/03/2012
 26/02/2012 a 03/03/2012
 19/02/2012 a 25/02/2012
 12/02/2012 a 18/02/2012
 05/02/2012 a 11/02/2012
 15/01/2012 a 21/01/2012
 08/01/2012 a 14/01/2012
 01/01/2012 a 07/01/2012
 18/12/2011 a 24/12/2011
 27/11/2011 a 03/12/2011
 13/11/2011 a 19/11/2011
 30/10/2011 a 05/11/2011
 23/10/2011 a 29/10/2011
 16/10/2011 a 22/10/2011
 18/09/2011 a 24/09/2011
 31/07/2011 a 06/08/2011
 17/07/2011 a 23/07/2011
 26/06/2011 a 02/07/2011
 19/06/2011 a 25/06/2011
 05/06/2011 a 11/06/2011
 22/05/2011 a 28/05/2011
 15/05/2011 a 21/05/2011
 08/05/2011 a 14/05/2011
 24/04/2011 a 30/04/2011
 17/04/2011 a 23/04/2011
 10/04/2011 a 16/04/2011
 03/04/2011 a 09/04/2011
 20/03/2011 a 26/03/2011
 20/02/2011 a 26/02/2011
 06/02/2011 a 12/02/2011
 16/01/2011 a 22/01/2011
 09/01/2011 a 15/01/2011
 02/01/2011 a 08/01/2011
 26/12/2010 a 01/01/2011
 12/12/2010 a 18/12/2010
 05/12/2010 a 11/12/2010
 28/11/2010 a 04/12/2010
 21/11/2010 a 27/11/2010
 14/11/2010 a 20/11/2010
 07/11/2010 a 13/11/2010
 31/10/2010 a 06/11/2010
 24/10/2010 a 30/10/2010
 17/10/2010 a 23/10/2010
 10/10/2010 a 16/10/2010
 03/10/2010 a 09/10/2010
 26/09/2010 a 02/10/2010
 12/09/2010 a 18/09/2010
 22/08/2010 a 28/08/2010
 15/08/2010 a 21/08/2010
 08/08/2010 a 14/08/2010
 01/08/2010 a 07/08/2010
 25/07/2010 a 31/07/2010
 18/07/2010 a 24/07/2010
 11/07/2010 a 17/07/2010
 27/06/2010 a 03/07/2010
 13/06/2010 a 19/06/2010
 06/06/2010 a 12/06/2010
 30/05/2010 a 05/06/2010
 23/05/2010 a 29/05/2010
 16/05/2010 a 22/05/2010
 09/05/2010 a 15/05/2010
 02/05/2010 a 08/05/2010
 18/04/2010 a 24/04/2010
 04/04/2010 a 10/04/2010
 21/03/2010 a 27/03/2010
 14/03/2010 a 20/03/2010
 07/03/2010 a 13/03/2010
 28/02/2010 a 06/03/2010
 21/02/2010 a 27/02/2010
 14/02/2010 a 20/02/2010
 07/02/2010 a 13/02/2010
 31/01/2010 a 06/02/2010
 24/01/2010 a 30/01/2010
 20/12/2009 a 26/12/2009
 13/12/2009 a 19/12/2009
 06/12/2009 a 12/12/2009
 29/11/2009 a 05/12/2009
 22/11/2009 a 28/11/2009
 15/11/2009 a 21/11/2009
 08/11/2009 a 14/11/2009
 01/11/2009 a 07/11/2009
 25/10/2009 a 31/10/2009
 18/10/2009 a 24/10/2009
 11/10/2009 a 17/10/2009
 04/10/2009 a 10/10/2009
 27/09/2009 a 03/10/2009
 20/09/2009 a 26/09/2009
 13/09/2009 a 19/09/2009
 23/08/2009 a 29/08/2009
 16/08/2009 a 22/08/2009
 02/08/2009 a 08/08/2009
 05/07/2009 a 11/07/2009
 14/06/2009 a 20/06/2009
 07/06/2009 a 13/06/2009
 17/05/2009 a 23/05/2009
 03/05/2009 a 09/05/2009
 26/04/2009 a 02/05/2009
 19/04/2009 a 25/04/2009
 12/04/2009 a 18/04/2009
 05/04/2009 a 11/04/2009
 29/03/2009 a 04/04/2009
 15/03/2009 a 21/03/2009
 08/03/2009 a 14/03/2009
 01/03/2009 a 07/03/2009
 08/02/2009 a 14/02/2009
 01/02/2009 a 07/02/2009
 25/01/2009 a 31/01/2009
 18/01/2009 a 24/01/2009
 11/01/2009 a 17/01/2009
 04/01/2009 a 10/01/2009
 21/12/2008 a 27/12/2008
 14/12/2008 a 20/12/2008
 07/12/2008 a 13/12/2008
 23/11/2008 a 29/11/2008
 16/11/2008 a 22/11/2008
 09/11/2008 a 15/11/2008
 02/11/2008 a 08/11/2008
 26/10/2008 a 01/11/2008
 12/10/2008 a 18/10/2008
 05/10/2008 a 11/10/2008
 28/09/2008 a 04/10/2008
 21/09/2008 a 27/09/2008
 14/09/2008 a 20/09/2008
 07/09/2008 a 13/09/2008
 31/08/2008 a 06/09/2008
 17/08/2008 a 23/08/2008
 10/08/2008 a 16/08/2008
 03/08/2008 a 09/08/2008
 27/07/2008 a 02/08/2008
 20/07/2008 a 26/07/2008
 13/07/2008 a 19/07/2008
 06/07/2008 a 12/07/2008
 29/06/2008 a 05/07/2008
 22/06/2008 a 28/06/2008
 15/06/2008 a 21/06/2008
 08/06/2008 a 14/06/2008
 01/06/2008 a 07/06/2008
 27/04/2008 a 03/05/2008
 20/04/2008 a 26/04/2008
 06/04/2008 a 12/04/2008
 23/03/2008 a 29/03/2008
 16/03/2008 a 22/03/2008
 09/03/2008 a 15/03/2008
 02/03/2008 a 08/03/2008
 24/02/2008 a 01/03/2008
 17/02/2008 a 23/02/2008
 10/02/2008 a 16/02/2008
 27/01/2008 a 02/02/2008
 20/01/2008 a 26/01/2008
 13/01/2008 a 19/01/2008
 23/12/2007 a 29/12/2007
 16/12/2007 a 22/12/2007
 09/12/2007 a 15/12/2007
 02/12/2007 a 08/12/2007
 25/11/2007 a 01/12/2007
 18/11/2007 a 24/11/2007
 11/11/2007 a 17/11/2007
 04/11/2007 a 10/11/2007
 28/10/2007 a 03/11/2007
 14/10/2007 a 20/10/2007
 07/10/2007 a 13/10/2007
 30/09/2007 a 06/10/2007
 23/09/2007 a 29/09/2007
 09/09/2007 a 15/09/2007
 26/08/2007 a 01/09/2007
 19/08/2007 a 25/08/2007
 12/08/2007 a 18/08/2007
 05/08/2007 a 11/08/2007
 29/07/2007 a 04/08/2007
 22/07/2007 a 28/07/2007
 15/07/2007 a 21/07/2007
 01/07/2007 a 07/07/2007
 24/06/2007 a 30/06/2007
 17/06/2007 a 23/06/2007
 10/06/2007 a 16/06/2007
 03/06/2007 a 09/06/2007
 27/05/2007 a 02/06/2007
 20/05/2007 a 26/05/2007
 13/05/2007 a 19/05/2007
 29/04/2007 a 05/05/2007
 22/04/2007 a 28/04/2007
 15/04/2007 a 21/04/2007
 08/04/2007 a 14/04/2007
 11/03/2007 a 17/03/2007
 17/12/2006 a 23/12/2006

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Blog de nicomedesoliveira
 


No Sergipe, ex-moradora de rua torna-se professora universitária

No Sergipe, ex-moradora de rua torna-se professora universitária

Paulo Rolemberg
Do UOL, em Aracaju

23/08/201306h00

  • Marcelo Freitas/ASSCOM/UNIT

    No Sergipe, ex-moradora de rua se torna professora universitária

    No Sergipe, ex-moradora de rua se torna professora universitária

Primeiro dia de aula em uma turma do curso de psicologia da Universidade Tiradentes em Aracaju (SE), uma professora se apresenta e começa a contar uma história para os alunos sobre uma criança que morava na rua. Quase todos na sala se emocionam e ela finaliza com "a menina da história sou eu".

O relato ouvido por esses alunos na última terça-feira (20) foi feito pela professora Marta Barreto de Souza, 44, ex-moradora de rua que aos dois anos de idade foi encontrada por um jovem enquanto mendigava. Hoje, formada em serviço social e psicologia, leciona em três cursos universitários e está concluindo um mestrado em educação.

A vida de Marta começou a mudar quando foi encontrada por Miguel José de Souza. O jovem de 17 anos foi fazer compras ano mercado municipal de Aracaju quando presenciou uma cena chocante. Uma senhora sentada, aparentemente dormindo, tinha um recém-nascido ao lado e uma criança, com aproximadamente dois anos e meio, brincando na lama. "Eu brincava na lama, mas ele não conseguia entender porque essa criança continuava rindo o tempo todo e isso chamou a atenção dele, como ele mesmo me contou depois", lembra a professora.

Ampliar

Conheça histórias de sucesso na educação28 fotos

19 / 28
O ex-morador de rua Sérgio Reis Ferreira se formou em pedagogia pela UnB (Universidade de Brasília). Sérgio aproveitou sua experiência como tema de trabalho de conclusão de curso: "As dificuldades dos moradores de rua do Distrito Federal de se inserirem por meio da educação formal". O trabalho obteve menção máxima. "Eu não tinha mais nada em que me agarrar - só tinha a universidade - e então me agarrei a ela com unhas e dentes", afirma Leia maisEmília Silberstein/Agência UnB

Miguel se aproximou e perguntou se a menina estava com fome e comprou para ela um picolé. Após um período de conversa com a criança,  o jovem se deu conta que a mulher estava morta. Uma outra mulher ao perceber algo estranho se aproximou e disse para Miguel: "se você levar a menina eu levo o menino (recém-nascido)", teria dito. A partir deste momento, a professora nunca mais viu seu irmão ou irmã.

Decidido a salvar a vida da criança, Miguel levou a menina para casa. Mas quando precisou servir no Exército, sua mãe, que já criava nove filhos, deixou a menina com uma vizinha. O tempo na nova moradia foi curto, a vizinha perdeu o marido e resolveu voltar para o Rio de Janeiro e deixou Marta em um orfanato.

'Não via nada como barreira'

Enquanto morava no orfanato, Marta fez curso técnico de enfermagem, que a ajudou a conseguir um emprego que custeou a primeira formação de nível superior. "Trabalhava e custeava a faculdade de Serviço Social", lembra. Marta não parou mais, em seguida fez duas especializações e depois fez o curso de psicologia e está concluindo o mestrado em educação.


  •  

  •  

"Eu não via nada como barreira. Você não pode se tratar como coitadinha (por morar em um orfanato). Eu via isso como uma possibilidade de crescimento. Eu tive muita dificuldade dentro da universidade. A minha superação era de que eu precisava está, no mínimo, dentro da média. Eu estava aquém da média então comecei a devorar os livros", destacou.

Do orfanato, a professora carrega com ela o sentimento de igualdade e o ensinamento que todos tem que fazer parte de suas próprias mudanças.

Reencontro com Miguel

Ao longo de oito anos, Miguel deixou o Exército, mas teria perdido o contato com a criança que ele ajudou.  "A informação passada pela mãe dele é que a vizinha teria me levado para o Rio de Janeiro. Nunca dizia onde realmente eu estava", ressaltou a professora. Determinado, a encontrar sua "filha", Miguel conseguiu reencontrá-la oito anos depois quando a mesma tinha 12 anos, porém a receptividade não foi a que ele esperava. "Conversou comigo e acabei rejeitando ele inicialmente, porque até então não lembrava dele", disse a professora. O rapaz foi embora e um novo reencontro aconteceu há cerca de oito anos.

Para surpresa dela, no primeiro dia das crianças que passaram juntos, Miguel lhe entregou a nova certidão de nascimento, na qual constava como pai Miguel José de Souza. Além disso "ganhou" mais quatro irmãos.

O passado e futuro

Marta disse que gostaria de saber qual o destino que levou seu irmão ou irmã, que até já tentou descobrir sem êxito. Em alguns lampejos da memória, a professora diz recordar apenas que "colocavam moedas em minhas mãos e eu achava engraçado. São lembranças muito vagas. Não sei de onde realmente eu vim. As melhores lembranças que eu tenho é do orfanato", disse ela.

Há três anos Marta aguarda na lista de espera para adotar uma criança e como se tornou uma rotina na vida dela, um sonho não tão distante buscar um doutorado. "A vida é difícil para qualquer pessoa. Fui forte e tentei sempre sem desistir", encerrou a conversa, com o sorriso no rosto.  

 



Escrito por nicomedesoliveira às 12h47
[] [envie esta mensagem
]









Marta Suplicy: O "soft power" da Copa
Todo país que recebe uma Copa tem que encarar três desafios: ter ótimos estádios, construir um legado material em infraestrutura e apresentar a identidade cultural de seu povo. Se conseguir levar a taça, é a consagração.
 
Enfrentando as mais diversas dificuldades, os estádios no Brasil já estão quase todos prontos.
 
Eu só fui a um jogo da Copa das Confederações, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Fiquei impressionada não só com a beleza arquitetônica, mas com o novo projeto de arquibancadas: você se sente dentro do gramado, mesmo em lugar distante. Sem falar em escadas rolantes e telões em corredores.
 
Visitei a arena do Corinthians, o Itaquerão. É fabuloso. A maior novidade será um telão gigante do lado de fora abarcando toda uma lateral do estádio --que não é redondo. Moderníssimo, gramado plantado, mármore preto e branco. A região da zona leste onde ele se encontra está um canteiro de obras.
 
O impacto na economia local vai ser grande e o legado de infraestrutura para a cidade-sede vai depender do planejamento e recursos de cada prefeito.
 
Acredito que a exposição de um país durante os dias de uma Copa seja uma oportunidade única para o incremento da imagem que queremos oferecer e para a melhoria do nosso "soft power".
 
São bilhões de telespectadores acompanhando os jogos, além de programas televisivos antes da Copa que se abrem e exibem o país que a sedia. Em termos de publicidade, seria algo que não teríamos condição ou prioridade para investir. Ter valido a pena o investimento, ou não, vai depender da nossa capacidade de mostrar um Brasil eficiente e culturalmente diverso.
 
Com maior ou menor uso, os estádios vão permanecer. Alguns serão usados também para outras atividades. No país do futebol, é muito bom saber que, depois de 63 anos, o Maracanã ficou um estádio moderno.
 
Poderíamos ter construído hospitais ou mais metrô? Certamente. Mas, não se constrói um país de forma linear, e uma Copa bem conduzida traz ganhos extraordinários, muito maiores do que seu custo.
 
O Ministério da Cultura fez um trabalho em edital que engloba praticamente todas as linguagens artísticas, com fomentos visando os pequenos e médios produtores.
 
Esperamos acolher todas as regiões do país e propiciar uma forte circulação das linguagens culturais tão diversas e desconhecidas de uma região para outra.
 
Além de apresentar para o exterior um país rico em sua diversidade, essa é uma oportunidade para nós nos conhecermos.
 
Para o edital de gastronomia, artesanato, design, moda e arquitetura, serão escolhidos um projeto por área para mapear essas expressões nas cinco regiões do Brasil. As informações serão disponibilizadas nas cidades-sede, oferecidas à Infraero para os aeroportos e utilizadas em outros projetos do ministério.
 
A Cultura deixará, além da contribuição para uma identidade cultural mais diversificada do Brasil, um legado material.
 
Foram escolhidos pelas cidades equipamentos culturais ou museus para receber investimento. Como a Fortaleza dos Reis Magos, em Natal, o Museu da República e seu jardim histórico, no Rio, o Pátio de São Pedro, em Recife, entre outros.
 
A Petrobras entra com expressivos recursos para um legado em museus não contemplados e que estão num raio de visitação dos turistas da Copa, tal como o Museu Imperial de Petrópolis. Levará também acessibilidade (piso tátil, áudio e videoguias) e materiais em mais de um idioma.
 
Nossas ações estão em curso. Agora é esperar que nossos craques brilhem e propiciem muita alegria ao povo brasileiro.
 
 
MARTA SUPLICY é ministra da Cultura. Senadora licenciada (2011-2018), foi prefeita de São Paulo (2001-2004) e ministra do Turismo (2007-2008).



Escrito por nicomedesoliveira às 12h23
[] [envie esta mensagem
]





http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2013/07/10/interna_cidadesdf,376121/morador-de-rua-por-conviccao-cultiva-jardim-em-uma-quadra-residencial-do-df.shtml

 

Morador de rua por convicção cultiva jardim em uma quadra residencial do DFDepois, dedica-se à leitura e à música instrumental. À noite, dorme em barraca e sempre troca de ponto para não ser mais assaltado


Renato Alves

Publicação: 10/07/2013 08:00 Atualização: 10/07/2013 11:39

 

 

 

 

Quem passa pela 303 Norte vê um jardim diferente. As árvores e o gramado do canteiro da quadra residencial, à margem da via que separa as 100 das 300, vivem apinhados de enfeites. Os que mais chamam a atenção são os cataventos grandes e coloridos. Garrafas PET e todo o tipo de material reciclado servem de cercadinhos para as mudas. Pequenos quadros, bonecos e outros penduricalhos também integram a ornamentação. Tudo tirado do lixo dos prédios e das casas do Plano Piloto.

Na 303 Norte, Francisco Kaefer, de 39 anos, lê livros doados por moradores e garimpa objetos no lixo (Breno Fortes/CB/D.A Press) 
Na 303 Norte, Francisco Kaefer, de 39 anos, lê livros doados por moradores e garimpa objetos no lixo


Leia mais notícias em Cidades


O responsável pela obra é o morador de rua paranaense Francisco Kaefer, de 39 anos. Ele enfeita, aduba, planta, rega e cuida da área pública. “O jardim é a minha terapia”, ressalta. Quando não está fazendo as vezes de jardineiro ou conversando com um dos trabalhadores ou moradores da quadra, Francisco aproveita o gramado para ler, sentado em uma cadeira de praia encontrada no lixo. Coloca um fone de ouvido — também descartado por alguém — e aprecia música instrumental, tocada no rádio a pilha, rejeitado por outra pessoa, mas em excelente estado.

Francisco lê de histórias em quadrinhos a clássicos da literatura mundial, mas prefere ficção científica. Os livros, as revistas e os gibis, ele ganha de moradores da quadra. Quando chega ao fim de uma obra, sobe em direção à W3 Norte e deixa o volume em uma das estantes instaladas nas paradas de ônibus, iniciativa do açougue cultural T-Bone. Os livros que está lendo ou de gosta mais e pretende reler são guardados em uma caixa de plástico, escondida em um buraco no gramado.

 

 

 

 



Escrito por nicomedesoliveira às 18h41
[] [envie esta mensagem
]





 RUA-Notícias do Dia Nacional de Luta da População de Rua

http://www.mpmg.mp.br/comunicacao/noticias/ministerio-publico-participa-do-2-dia-de-luta-da-populacao-de-rua-em-bh.htm#.UhNWjtI3vb4  (BH)
*******************************************************************************************
www.diariotiao.zip.net ( a realidade das ruas)


Escrito por nicomedesoliveira às 20h44
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]